Participantes do I Encontro Estadual de Defensoras e Defensores Públicos da Execução Penal

Aconteceu hoje, dia 13 de setembro, o I Encontro Estadual de Defensoras e Defensores Públicos da Execução Penal. O evento reuniu, na sede central da Defensoria Pública do Paraná, em Curitiba, profissionais que atuam na área criminal para debater o assunto.

O encontro foi realizado através de uma parceria do Nupep (Núcleo de Política Criminal e Execução Penal) com a Adepar (Associação dos Defensores Públicos do Paraná), a DPPR (Defensoria Pública do Paraná) e a Edepar (Escola da Defensoria Pública do Paraná).

Durante o evento, Defensoras e Defensores tiveram a oportunidade de compartilhar casos e de trocar ideias com o objetivo de contribuir para com o desenvolvimento da atuação da DPPR na área criminal.

A Defensora Pública do Paraná Renata Groetaers

“Um dos principais objetivos do encontro foi atingido com êxito, que era reunir profissionais da mesma área de atuação para uma conversa, um debate de ideias que pudesse colaborar para a atuação prática, o dia a dia, de cada um”, afirmou o Defensor Público e coordenador do Nupep, André Giamberardino.

André e Júlio César Salem, Defensor Público auxiliar do Nupep e também diretor da Adepar, ministraram uma palestra sobre o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo núcleo.

O coordenador do Nupep, André Giamberardino, e o Defensor Público auxiliar do Nupep, Júlio César Salem

Quem também falou aos presentes foi a consultora em audiência de custódia do programa Justiça Presente, iniciativa da ONU (Organização das Nações Unidas) e do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), Laís Groski. 

“A ideia do Justiça Presente é apresentar soluções de enfrentamento para o estado de crise do sistema penal atualmente, por isso, queremos estabelecer um diálogo com diversas instituições. Desse modo, acredito que a Defensoria é um ator importante, inclusive, porque é uma instituição alinhada com os ideais do projeto”, pontuou Laís.

“Foi muito significativo ter esse espaço na Defensoria do Paraná para conversar com os Defensores e as Defensoras que atuam na área criminal. Esse evento foi uma grande ação para que possamos caminhar em direção a mudanças no sistema prisional brasileiro como um todo”, finalizou.

A consultora em audiência de custódia do programa Justiça Presente, Laís Groski

A presidente da Adepar, Lívia Brodbeck, e a diretora da Edepar, Flavia Palazzi, concordam.

“Todo espaço de debate é válido e importante. A nossa ideia em apoiar o evento foi para dar suporte ao diálogo entre as Defensoras e os Defensores da execução penal, oportunizando a troca de experiências e o compartilhamento de conhecimento para o desenvolvimento e aprimoramento do trabalho realizado pela instituição”, ressaltou Lívia.

“As Defensoras e os Defensores tiveram a oportunidade de se aprofundar na temática, principalmente, os novos Defensores, do III Concurso, que estão em formação continuada e muitos não tiveram contato com a execução penal. Então, é uma oportunidade de aprender mais sobre essa atuação na prática”, destacou Flavia.

Por falar em atuação, o ouvidor-geral externo da DPPR, Thiago Hoshino, também apresentou o trabalho institucional que vem sendo realizado pela ouvidoria.

“Foi uma primeira aproximação da ouvidoria com a área de execução penal, que é umas das mais prioritárias para a instituição. A iniciativa desse evento é fundamental pois existem especificidades na execução penal que precisam ser debatidas”, explicou Thiago.

“A ideia agora, a partir desse primeiro encontro, é fazer uma agenda de trabalho da ouvidoria junto com o Nupep para tratar de temas estratégicos para os dois setores”, concluiu. 

Marcaram presença no encontro também o diretor da Adepar Carlos Moreira Lima, as Defensoras Adriana Shinmi, Andreza Lima de Menezes, Anna Carolina Leão Duarte, Elisabete Arruda, Luana Neves Alves, Luiza Przybylski, Monia Serafim, Renata Groetaers, Terena Nery, Thatiane Barbieri e os Defensores Henrique Camargo Cardoso, Lucas de Castro Campos e Raphael Siqueira Neves. Além da participação das assistentes sociais da DPPR Gabriele Rezende Bahr e Tania Moreira e dos estagiários do Nupep Giulia Benatti, Gustavo Teixera, Felipe Gomes e Luis Renan Coletti.

Participantes do I Encontro Estadual de Defensoras e Defensores Públicos da Execução Penal

Confira as fotos do evento!