A partir de agora, os temas racismo estrutural e relações de gênero estarão entre os assuntos cobrados nos concursos para a carreira de defensor público e servidor da DPE-PR (Defensoria Pública do Paraná). A Deliberação 022/2020, que aborda o conteúdo, foi aprovada pelo Conselho Superior da instituição. 

 Além disso, farão parte do Curso de Formação de membros da Defensoria Pública. 

“O conhecimento destes temas é essencial aos membros e servidores da Defensoria Pública, tanto para nos possibilitar fazer autocrítica e reduzir o racismo e desigualdade de gênero estruturais dentro das instituições, quanto por ir ao encontro a um dos papéis institucionais da Defensoria: promover os direitos humanos. A aprovação da deliberação, certamente, trará avanços significativos para a instituição”, ressaltou a presidente da ADEPAR (Associação das Defensoras Públicas e Defensores Públicos do Paraná), Ana Caroline Teixeira

Os efeitos da deliberação não serão válidos para o IV Concurso Público de Provas e Títulos para Defensor Público. 

Clique aqui para acessar a Deliberação 022/2020.