Foi lançado, na última quinta-feira, dia 14 de outubro, o documentário “Menstruação Atrasada – As falhas do sistema no combate à Pobreza Menstrual”.

A iniciativa, idealizada pelo vereador de Curitiba Dalton Borba (PDT), contou com a participação da diretora da ADEPAR (Associação das Defensoras Públicas e Defensores Públicos do Paraná) Thaísa Oliveira.

O documentário, com cerca de 25 minutos, tem como objetivo fomentar a discussão sobre o tema com propostas de políticas públicas voltadas para o enfrentamento e a erradicação da pobreza menstrual.

“Quando se fala em pobreza menstrual, ainda existe uma certa dúvida sobre o que este tema realmente significa. Por isso, desenvolver um trabalho focado na educação em direitos para pessoas vulneráveis também é uma das ações essenciais para difundir o assunto”, destaca Thaísa.

“A dificuldade de acesso aos itens de higiene afeta a dignidade da pessoa humana. Muitas mulheres deixam de ir ao trabalho, à escola, isso gera reflexos sociais à saúde daqueles que menstruam. A falta desses itens pode causar infecções, e até desencadear doenças graves que comprometem a vida dessas pessoas”, explica Danton.

“A produção desse documentário busca divulgar esse debate, para que todos tenham consciência desse problema, e conheçam as implicações desse tema. Esse documentário busca difundir as informações com o intuito educativo, buscando a conscientização e mais comprometimento da população e do poder público”, complementa.

Para assistir ao documentário, clique aqui.