O Defensor Público Renato Martins de Albuquerque e o agente penitenciário Francisco Corrêa com os participantes do projeto “Mãos Amigas”

A Defensoria Pública do Paraná, em Francisco Beltrão, firmou uma parceria que pretende beneficiar o cumprimento de sentença, dos presos da cidade que estão em regime fechado, através do projeto “Mãos Amigas”. 

A iniciativa é do agente penitenciário Francisco Corrêa com o apoio do Defensor Público Renato Martins de Albuquerque. A ação utiliza a mão de obra dos apenados em serviços gerais de manutenção na Defensoria Pública. Na última semana, foi realizada a limpeza interna e externa do telhado da sede, além de outros pequenos reparos. 

“O projeto proporciona melhores condições tanto para os que procuram a Defensoria quanto para os membros e funcionários da instituição. Além disso,  garante aos presos o direito ao trabalho e à remição, diminuindo os efeitos deletérios da privação de liberdade. É uma iniciativa emblemática que mostra uma Defensoria construída para e pelos próprios assistidos”, ressaltou Renato. 

Atua também na sede de Francisco Beltrão, a Defensora Pública Amanda Louise Ribeiro da Luz.