Neste mês de fevereiro, as indicações culturais foram feitas pelos defensores públicos Cauê Freire e Leonio Araújo dos Santos

Filme: Homens de honra
Diretor: George Tillman Jr.

O filme, protagonizado por Robert De Niro e Cuba Gooding Jr., conta a história de Carl Brashear, um jovem negro que ingressa na Marinha dos Estados Unidos com o sonho de se tornar mergulhador. Em sua jornada para conquistar o cargo, Carl enfrenta múltiplos preconceitos e supera obstáculos considerados quase impossíveis.

“A lição deixada por Carl é que as tradições e as experiências positivas e negativas vividas por ele ensinaram a ele ter honra de quem ele é. É um filme que nos mostra que, apesar de todos os preconceitos, se nós acreditarmos em nós mesmos e termos pessoas que acreditem em nós, é possível alcançar nossos objetivos mantendo nossos valores”, destacou Leonio.

Livro: A república das milícias: Dos esquadrões da morte à era Bolsonaro
Autor: Bruno Paes Manso

A construção da obra é feita através de entrevistas e depoimentos que relatam o poder das milícias no Brasil e a falta de presença do Estado no combate à violência, ao tráfico de drogas e à corrupção. O livro também traz uma abordagem histórica sobre os esquadrões da morte e a ditadura militar.

“O livro é fascinante porque contém entrevistas com pessoas que participaram de grupos de milícias da zona oeste do Rio de Janeiro, faz um apanhado histórico do surgimento desses grupos e mostra, de forma clara e assustadora, a relação promíscua entre milicianos, políticos, policiais e chefes do jogo do bicho. Real, assustador, necessário”, ressaltou Cauê.